Sábado, 23 de Outubro de 2021 07:09
9298125-7000
Saúde Amazonas

Programa Saúde Domiciliar do Governo do Amazonas recebe elogios nas redes sociais

11/10/2021 10h55
22
Por: Adão Gomes Fonte: Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas
Foto: Reprodução/Secom Amazonas

O programa atende cerca de 10 mil pessoas com itens que vão da fralda à nutrição e até curativos

A nutricionista Ana Rita Machado, 31, é uma das mães atendidas pelo Programa Saúde Domiciliar, do Governo do Amazonas, que oferta produtos de saúde para tratamentos em casa a pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde). Por meio de uma postagem recente numa rede social, ela relatou a sua experiência com o programa, que a ajudou a conseguir a nutrição adequada para a filha recém-nascida, Giovanna. A postagem foi acompanhada de outros elogios de seguidoras da nutricionista também atendidas pelo programa.

“Nossa eu não sei como agradecer ao Programa Saúde Domiciliar da Cema. Há algum tempo quando descobrimos o APLV (reação do sistema imunológico às proteínas do leite), a Giovanna tomava o meu leite e o Aptamil Pepti, permaneceu por 15 a 20 dias com ele, mas ele ainda estava oferecendo reação alérgica a ela, foi quando tivemos que trocar para um leite mais hidrolisado, o Neocate, um ótimo leite que só tem aminoácidos livres, o problema? Caro R$250 reais a lata. A Gio já está tomando 2 por semana, e foi aí que fui atrás de algo que já tinham me contado, o cadastro para receber o leite da Central de Medicamentos do Amazonas, sim a Gio conseguiu”, diz a postagem da Dra. Ana Rita.

“Pense numa coisa que funciona… em duas gestações tomei Clexane, medicamento caríssimo, fui atendida muito bem e sem demora”, comentou uma seguidora da nutricionista.

“Meu pai quando era vivo participava desse programa, eu inscrevi ele para receber medicamento e oxigênio”, disse outra, ao elogiar a efetividade do Saúde Domiciliar.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), o programa atende cerca de 10 mil pessoas por meio da Central de Medicamentos do Amazonas (Cema), entregando fraldas, nutrição enteral, fórmulas infantis, cateteres, colchões anti-escaras, suplementos e insumos como curativos, sondas, gazes, seringas, luvas, frascos. Até o mês de setembro, mais de 2 milhões destes itens foram dispensados para pacientes do SUS no Estado.

Relato

A nutricionista conta que, antes de receitar o Neocate, a pediatra tentou várias fórmulas que não deram certo, mas o custo era um limitador.

“O produto tem um custo muito alto, então ficou difícil bancar”, relatou a mãe. Ainda segundo ela, diante de laudo médico e receituário do SUS, exigência do programa, após uma semana do pedido à Cema, foram entregues nove latas da fórmula em pó para a nutrição correta da filha.

“Esse programa não só ajudou a mim, mas outras famílias com a postagem que eu fiz. O SUS é uma potência. Sabia que poderia conseguir o leite, mas pensava que era um processo difícil e demorado. O atendimento está sendo maravilhoso e vamos para o segundo mês agora”, disse a nutricionista, ao destacar o papel do SUS no acesso universal à saúde.

“Eu me sinto muito grata, porque, mesmo tendo uma condição melhor, estava pesado para eu conseguir comprar o leite dela, nisso entra um dos princípios mais importantes do SUS, o de universalidade, pois a saúde é um direito de todos, independe da classe social. O post foi importante para que várias pessoas que me seguem no meu perfil profissional pudessem saber desse benefício”, salientou.

Ela também se disse impressionada com o alcance social do programa. “Quando estava lá, várias outras famílias estavam não só com leite, mas nutrição enteral, seringa, equipo, fraldas. Eu lembro desse programa ainda quando estudava, mas nunca pensei que ele abrangesse tantas famílias. E o melhor é que precisa passar por uma nutricionista do SUS, mostrando a importância da nossa profissão”, relatou em sua postagem.

Acesso

De acordo com a gerente do programa, Anacarla Silva, o serviço atende em média mais de 200 pacientes por dia, em dois turnos. O acesso é feito por meio do serviço social da SES-AM, que funciona na própria Cema, na Av. Duque de Caxias, 1998 – Praça 14 de Janeiro.

Para o cadastro, o responsável pelo paciente deve apresentar RG, CPF, comprovante de residência, cartão do SUS, laudos e receitas prescritos pelos profissionais de saúde da rede. Quando tratar-se de um paciente do interior, os produtos são enviados por meio de representantes das respectivas prefeituras do município em Manaus. O horário de atendimento é das 8h às 11h30 e das 13h20 às 15h.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.