Sábado, 23 de Outubro de 2021 08:26
9298125-7000
Geral Amazonas

Em Fonte Boa, Idam assiste produtores na entrega de 30 toneladas de produtos agrícolas pelo Alimenta Brasil

O Governo do Amazonas, por meio do Idam, realizou, a entrega de 30 toneladas de produtos agrícolas pelo PAB/Sepror no município de Fonte Boa.

28/09/2021 18h55
20
Por: Adão Gomes Fonte: Secom Amazonas
Entrega de 30 toneladas de produtos agrícolas pelo Alimenta Brasil Ação beneficiou 51 produtores e permitiu injeção de R$ 330 mil na economia local
Entrega de 30 toneladas de produtos agrícolas pelo Alimenta Brasil Ação beneficiou 51 produtores e permitiu injeção de R$ 330 mil na economia local

O Governo do Amazonas, por meio doInstituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado(Idam), realizou, na sexta-feira (24/09), a entrega de 30 toneladas de produtos agrícolas pelo Programa Alimenta Brasil (PAB/Sepror) no município de Fonte Boa (a 678 quilômetros de Manaus). A remessa foi encaminhada para redistribuição no Hospital Municipal, Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e escolas do município.

“Os alimentos entregues correspondem à produção de 51 produtores cadastrados no programa, entre eles 43 agricultores tradicionais e 8 indígenas”, explicou Júlio Lins, gerente da unidade local do Idam no município.

Segundo o gerente, a remessa foi dividida entre o Hospital Municipal, Cras e as escolas municipais, sendo destinadas 3 toneladas para cada instituição. Os alimentos foram então distribuídos a famílias em situação de vulnerabilidade social em Fonte Boa, assegurando renda e segurança alimentar à população do município. Estima-se que o programa beneficie cerca de 780 famílias este ano no município.

Cada família cadastrada no PAB/Sepror recebeu em torno de R$ 6.500 ao entregar sua contribuição, o que se traduz em uma injeção de cerca de R$ 331.500 na economia do município. As entregas estão sendo realizadas semanalmente.

Júlio afirmou ainda que o Idam também realizou visitas para a realizar a emissão de documentos como o Cartão do Produtor Primário (CPP), oferecer orientações técnicas e apoiar na comercialização dos cultivos de melancia, laranja, macaxeira, coco, pupunha, banana, entre outros.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.