Sábado, 24 de Julho de 2021 00:08
9298125-7000
Geral Pará

Maternidade de Barcarena estimula o empreendedorismo e práticas sustentáveis na região do Baixo Tocantins

Com uso de materiais recicláveis e criatividade, as mães de bebês internados confeccionam kits de higiene para uso doméstico após a alta hospitalar

22/07/2021 20h30
9
Por: Adão Gomes Fonte: Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

Foto: ARQUIVO / AGÊNCIA PARÁ
Com o intuito de aliar artesanato à conscientização ambiental, o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB) promove oficinas de artesanato como forma de envolver pacientes e acompanhantes em atividades manuais dentro da unidade e conscientizar sobre o uso sustentável de materiais reutilizáveis.

As mães confeccionam os kits de higiene de bebês a partir do uso de materiais que seriam descartados, como papelão e tubo de papel filme, doados pelo Serviço de Nutrição e Dietética da maternidade, além de itens de papelaria, como feltro decorado, tecidos, enfeites, lantejoulas para decoração, entre outros. Todos os itens são devidamente higienizados antes no manuseio, seguindo protocolos de segurança.

“Eu coloquei alguns desenhos, nome da minha filha e escolhi cores alegres. Vai ficar do lado da cama quando voltarmos para casa. Adorei fazer um presente para ela, e ainda me divertir com as outras mães. Eu precisava desse momento”, disse Maria Cristina Miranda, dona de casa e moradora de Abaetetuba.

Presente da mãe Maria Cristina para a pequena Fabyolla
Presente da mãe Maria Cristina para a pequena Fabyolla - (Foto: Ascom / HMIB)
Os grupos de mães que participam das oficinas são acompanhantes de bebês prematuros internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal e Unidade de Cuidados Intermediários (UCI). 

O Materno-Infantil de Barcarena é uma unidade do Governo do Estado, sendo gerenciada pela entidade filantrópica Pró-Saúde, referência no atendimento de média e alta complexidades para gestantes e bebês de 11 municípios do Baixo Tocantins.

“Essas mães tiveram seus bebês muito antes do tempo, e não tinham enxoval ou condições para comprar um kit de higiene. Então, tivemos a ideia de unir o útil ao sustentável, oferecer o material e ensinar elas a criarem seus próprios kits”, explica Heloísa Santos, terapeuta ocupacional.

Incentivo à sustentabilidade e empreendedorismo - Durante o aprendizado elas recebem o direcionamento da terapeuta ocupacional, e contam com apoio da equipe multiprofissional da unidade, além de receberem todo o material necessário para criação e inspiração na hora de produzir objetos de decoração e utensílios.

“A sustentabilidade é um dos nossos valores e sempre pensamos em boas práticas que envolvam a temática. Há bastante material que pode ser reaproveitado no ambiente hospitalar e ainda podemos agregar valor à rotina das mães que passam muito tempo aqui, e precisam de uma via de escape social e emocional”, explica Simone Sakairi, presidente da Comissão de Sustentabilidade da maternidade.

Além de criar artesanato, as acompanhantes podem utilizar o tempo ocioso para aprender sobre empreendedorismo e cuidados com a saúde. O aprendizado traz enriquecimento para elas, e também, minimiza o estresse da hospitalização e a ansiedade das mães que, na maioria das vezes, podem passar meses dentro do hospital. 

“Ao produzirem trabalhos manuais para os filhos, as mães também compartilham histórias de superação, tiram dúvidas sobre os cuidados com o bebê, trocam experiências e incentivam outras mães a participarem da oficina”, destaca Heloísa.

“Quando saem do hospital, muitas das mães utilizam a técnica de terapia ocupacional como uma renda extra a partir da venda de utensílios para outras mulheres fora da unidade”, complementa a terapeuta ocupacional.

O secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho, apoia a iniciativa porque o projeto é pautado na humanização do ambiente hospitalar e, neste momento de pandemia, também aponta caminhos para melhorar a renda familiar. “Além de proporcionar às mães momentos de descontração, o aprendizado pode contribuir para a geração de renda no retorno para casa”, afirma.

Com atendimento gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB) está localizado a 114 km da capital Belém. Desde a sua inauguração, em 2018, a unidade já realizou mais de três mil partos e 165 mil atendimentos, entre consultas, internações, exames e cirurgias.

Texto: Adrielle Lopes/HMIB

Por Roberta Vilanova (SESPA)
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.