NO DISCURSO EM DAVOS, JAIR BOLSONARO DIZ QUE VAI CUIDAR DA SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL, PARA QUE O PAÍS SEJA VISITADO. ELA FAZ PROPAGANDA DA AMAZÔNIA E DAS PRAIAS. EM MANAUS: POLÍCIA MILITAR APREENDE MIL SACAS DE CARVÃO VEGETAL EM SITUAÇÃO IRREGULAR DURANTE OPERAÇÃO "ÁGUIA - BOINA VERDE" AO ESTADÃO, HAMILTON MOURÃO TAMBÉM DISSE QUE DIVERGÊNCIAS ENTRE PAULO GUEDES E ONYX LORENZONI ESTÃO SUPERADAS. “TEM ESSES PRIMEIROS DEZ DIAS, QUE É O MOMENTO DE CONHECER AS COISAS. O PAULO E O ONYX JÁ TROCARAM BEIJINHOS E ESTÁ TUDO CERTO.”
Arrow
Arrow
Slider

Música afro e indie rock ‘sacodem’ Teatro da Instalação neste fim de semana

Música afro e indie rock ‘sacodem’ Teatro da Instalação neste fim de semana

Nega Lu e Elisa Maia abrem os trabalhos do Amazônia das Artes do Sesc 2019

Toda a identidade da música afro da cantora Nega Lu e a pegada indie rockda cantora Elisa Maia poderão ser apreciadas gratuitamente pelo grande público no sábado (3) e no domingo (4), respectivamente, às 19h, no Teatro da Instalação, na rua Frei José dos Inocentes, s/n, Centro. A programação faz parte da 12aedição do Amazônia das Artes do Sesc Amazonas.

As cantoras abrem a temporada 2019 do projeto que promove a circulação da produção cultural na região amazônica. O coordenador de cultura do Sesc AM, Aldenir Barros, ressalta a importância do Amazônia das Artes, que, segundo ele, contribui fortemente para a valorização da diversidade artística do Norte e formação de plateia.

“Os desdobramentos que esse projeto pode ter contemplam a visibilidade do que é produzido aqui na nossa região bem como a circulação de projetos nacionais do Sesc e de outros fazedores de cultura do país inteiro. Nessa nova roupagem temos o intercâmbio com grupos locais, ou seja, existe 11 grupos circulando que também atuam nas ações formativas. Nossa perspectiva é trazer um grande público para prestigiar e se deliciar com os espetáculos”, disse Barros.

O Sesc Amazônia das Artes estimula e difunde os bens culturais da região com apresentações de espetáculos nas linguagens de teatro, dança, circo, música, literatura, artes visuais, performance e cinema. Participam do projeto os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins – estados que compõem a Amazônia Legal – tendo ainda o Piauí como convidado.

Confira a programação do fim de semana

ESPETÁCULO: MINHA ANCESTRALIDADE  (MÚSICA)

DATA: SÁBADO (3)

LOCAL: TEATRO DA INSTALAÇÃO

HORÁRIO: 19H

ARTISTA: Nega Lu

ESTADO: Mato Grosso

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

SINOPSE: Nega Lu apresenta o show ” Minha Ancestralidade”, com identidade na música afro onde combina elementos para revisar, interrogar e reexaminar os eventos históricos. Com um repertório de canções autorais convida o público a revisitar lugares na memória do pertencimento. A artista apresenta timbres e arranjos que apontam para um encontro urbano de identidade, da poética das ruas pela linguagem dos sons, em cena, a banda converge modernidade e ancestralidade.

ESPETÁCULO: ELISA MAIA (MÚSICA)

DATA: DOMINGO (4)

LOCAL: TEATRO DA INSTALAÇÃO

HORÁRIO: 19H

ARTISTA: ELISA MAIA

ESTADO: AMAZONAS

CLASSIFICAÇÃO: LIVRE

SINOPSE: No show Elisa Maia cria ambiente indie rock com guitarras sujas e o calor das camadas de vocais R&B, com o universo regueiro que a artista carrega desde os tempos como backing vocal de banda de reggae Johnny Jack Mesclado, com quem atuou por oito anos como backing vocal. Mesmo assim a sonoridade é atualizada e sintética ao incorporar samples eletrônicos, sendo acompanhada também pelo guitarrista Neil Armstrong Jr.

Adão Gomes
Adão Gomes Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
Os comentários estão fechados.
Arrow
Arrow
Slider