NO DISCURSO EM DAVOS, JAIR BOLSONARO DIZ QUE VAI CUIDAR DA SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL, PARA QUE O PAÍS SEJA VISITADO. ELA FAZ PROPAGANDA DA AMAZÔNIA E DAS PRAIAS. EM MANAUS: POLÍCIA MILITAR APREENDE MIL SACAS DE CARVÃO VEGETAL EM SITUAÇÃO IRREGULAR DURANTE OPERAÇÃO "ÁGUIA - BOINA VERDE" AO ESTADÃO, HAMILTON MOURÃO TAMBÉM DISSE QUE DIVERGÊNCIAS ENTRE PAULO GUEDES E ONYX LORENZONI ESTÃO SUPERADAS. “TEM ESSES PRIMEIROS DEZ DIAS, QUE É O MOMENTO DE CONHECER AS COISAS. O PAULO E O ONYX JÁ TROCARAM BEIJINHOS E ESTÁ TUDO CERTO.”
Arrow
Arrow
Slider

Congresso Norte de Direito Público será realizado em Manaus com ministros do STJ

Congresso Norte de Direito Público será realizado em Manaus com ministros do STJ

 

Evento promovido pela PGE-AM ocorrerá, nos dias 6 e 7 de junho, no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques

 

 Manaus se transformará na capital brasileira dos debates sobre advocacia pública, nos dias 6 e 7 de junho. Procuradores de Estado, advogados e acadêmicos da Região Norte, além de convidados nacionais, desembarcam na cidade para a primeira edição do Congresso Norte de Direito Público, que será realizado no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, na esquina das avenidas Constantino Nery e Pedro Teixeira, nº 5.001, bairro Flores, zona centro-oeste da capital amazonense.

O evento é uma iniciativa da Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM), por meio do Centro de Estudos Jurídicos (Cejur), com apoio da Associação dos Procuradores do Estado do Amazonas (Apeam), e tem a proposta de fomentar o diálogo entre os membros das carreiras para o aprimoramento do exercício da advocacia pública na esfera estadual. “O Congresso Norte de Direito Público possui uma importância grande, pois vai estreitar a parceria entre os procuradores do Estado de toda a região”, avalia o Procurador-Geral do Estado, Alberto Bezerra de Melo.

Participantes

Com o tema “Novas perspectivas na Advocacia Pública”, a programação oferecerá aos participantes a oportunidade de debater e propor soluções para o bom funcionamento do setor público em relação ao atual cenário brasileiro, através de palestras e painéis conduzidos por um seleto time de especialistas.

Entre os nomes confirmados, estão os ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Reynaldo Fonseca e Mauro Campbell, o desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), Ney Bello, o procurador do Estado do Rio de Janeiro, Marco Antônio Rodrigues, o procurador do Estado do Amazonas, Ticiano Alves, e o juiz federal Marcio André Lopes Cavalcante.

Para a diretora do Cejur, procuradora Clara Lima, o Congresso Norte de Direito Público resgata uma tradição da PGE-AM de proporcionar encontros desta natureza. “É um momento voltado para repensar o papel da advocacia de Estado em meio às transformações da sociedade, bem como divulgar a importância dos procuradores neste novo cenário”, destaca.

Ela salienta, ainda, que o evento vai “lançar luz” sobre a relevância da atuação da atividade de procurador do Estado e buscar o desenvolvimento dos profissionais que a desempenham. “Não é incomum ver alguém ter dúvidas sobre o que faz um procurador. O procurador do Estado é peça essencial em relação à defesa do interesse público, da justiça e do funcionamento do Estado Democrático de Direito.”, completa a organizadora.

Inscrições

As inscrições para participar do evento devem ser feitas por meio do site www.direitopublicoam.com.br, com o valor de R$ 150 para estudantes de graduação e R$ 300 para profissionais.

Encontro nacional

Em sua primeira edição, o Congresso Norte de Direito Público também servirá como prévia do Congresso Nacional dos Procuradores dos Estados e do Distrito Federal, que será realizado na capital amazonense, em 2020.

O evento, promovido pela Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e Distrito Federal (Anape), é um dos mais tradicionais e relevantes da área jurídica no país e acontece anualmente em um Estado diferente, desde 1969.  “No ano que vem, o Amazonas sediará o principal evento da advocacia pública brasileira. Com a realização do congresso regional, damos início a movimentação e preparação para este momento ímpar de reflexão sobre o futuro do Direto Público no país”, conclui a procuradora Clara Lima.

Adão Gomes
Adão Gomes Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
Os comentários estão fechados.
Arrow
Arrow
Slider