NO DISCURSO EM DAVOS, JAIR BOLSONARO DIZ QUE VAI CUIDAR DA SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL, PARA QUE O PAÍS SEJA VISITADO. ELA FAZ PROPAGANDA DA AMAZÔNIA E DAS PRAIAS. EM MANAUS: POLÍCIA MILITAR APREENDE MIL SACAS DE CARVÃO VEGETAL EM SITUAÇÃO IRREGULAR DURANTE OPERAÇÃO "ÁGUIA - BOINA VERDE" AO ESTADÃO, HAMILTON MOURÃO TAMBÉM DISSE QUE DIVERGÊNCIAS ENTRE PAULO GUEDES E ONYX LORENZONI ESTÃO SUPERADAS. “TEM ESSES PRIMEIROS DEZ DIAS, QUE É O MOMENTO DE CONHECER AS COISAS. O PAULO E O ONYX JÁ TROCARAM BEIJINHOS E ESTÁ TUDO CERTO.”

Prefeito preside aula magna da 8ª turma de Residência em Medicina de Família e Comunidade

Prefeito preside aula magna da 8ª turma de Residência em Medicina de Família e Comunidade

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, presidiu nesta terça-feira, 12/3, a aula magna da 8ª turma do Programa de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A cerimônia aconteceu no auditório Isabel Victoria do Carmo Ribeiro, na sede Prefeitura de Manaus, zona Oeste e reuniu os dez novos alunos do curso, além de residentes já inseridos no programa anteriormente.

Durante o seu pronunciamento o prefeito destacou o empenho da prefeitura em aumentar a cobertura básica de saúde e enfatizou também o reforço que está representando a criação da Escola de Saúde Pública (Esap), para o município de Manaus.

“É um objetivo e uma obsessão nós sairmos desse governo, em 2020, apresentando um percentual bastante alto de cobertura de assistência primária. Isso para mim seria uma vitória”, disse o prefeito.

O Programa de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade da Semsa foi criado em 2012, credenciado para oferta de 12 vagas por ano, na modalidade de treinamento em serviço, propiciando ao residente a vivência prática do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com o secretário da Semsa, Marcelo Magaldi, com a criação pelo prefeito Arthur Virgílio Neto da Esap e do Programa Mais Saúde Manaus (Promais), em 2018, houve o fortalecimento desta Residência, possibilitando maior incentivo aos participantes com a oferta de bolsa de estudo complementar no valor de R$ 4.800,00, além da qualificação e ampliação da preceptoria e dos R$ 3.200 disponibilizados anteriormente pelo programa.

“Essa oitava turma de residência será a primeira a ter bolsas complementares da Escola de Saúde Pública. Esse programa é importante porque faz com que os participantes se apaixonem pela medicina de família e comunidade. Com isso nossas Unidades Básicas de Saúde se tornam campos de estudo e de prática onde eles fazem sua residência e ao mesmo tempo atendem a população”, explicou o secretário.

A aula magna, que teve como tema “Medicina de Família e Comunidade – Um médico para a vida toda”, foi ministrada pelo médico Mauro Magaldi, Médico de Família e Comunidade, titulado pela Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, coordenador da Comissão de Residência Médica da Semsa.

Os residentes agora estão inseridos em equipes da Estratégia Saúde da Família durante dois anos para o desenvolvimento de atividades práticas, com acompanhamento dos preceptores, visando o fortalecimento da integração ensino-serviço-comunidade. O profissional preceptor tem o papel de acompanhar o desempenho individual dos residentes, subsidiando na construção de competências profissionais para atuação no âmbito da Atenção Primária à Saúde.

Além da oitava turma, com dez novos residentes, haverá a continuidade, do segundo ano, de outros sete residentes, totalizando 17 residentes médicos imersos no serviço da Secretaria Municipal de Saúde. Desde que foi criado, o Programa já formou 20 profissionais que receberam o título de especialistas na área de Medicina de Família e Comunidade.

A contribuição destes residentes nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) impacta na qualificação do serviço prestado e fortalecimento da Atenção Primária à Saúde no município de Manaus.

— — —

You must be logged in to post a comment