NO DISCURSO EM DAVOS, JAIR BOLSONARO DIZ QUE VAI CUIDAR DA SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL, PARA QUE O PAÍS SEJA VISITADO. ELA FAZ PROPAGANDA DA AMAZÔNIA E DAS PRAIAS. EM MANAUS: POLÍCIA MILITAR APREENDE MIL SACAS DE CARVÃO VEGETAL EM SITUAÇÃO IRREGULAR DURANTE OPERAÇÃO "ÁGUIA - BOINA VERDE" AO ESTADÃO, HAMILTON MOURÃO TAMBÉM DISSE QUE DIVERGÊNCIAS ENTRE PAULO GUEDES E ONYX LORENZONI ESTÃO SUPERADAS. “TEM ESSES PRIMEIROS DEZ DIAS, QUE É O MOMENTO DE CONHECER AS COISAS. O PAULO E O ONYX JÁ TROCARAM BEIJINHOS E ESTÁ TUDO CERTO.”

Sejusc leva “Cidadania Express” para Novo Airão

Sejusc leva “Cidadania Express” para Novo Airão

 
Projeto se estende até o dia 27 de fevereiro na Casa Dia do Idoso
Nesta segunda-feira (25/02), no primeiro dia do “Cidadania Express – O PAC em Movimento”, projeto do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), no município Novo Airão (distante 195 quilômetros de Manaus), foram emitidas 231 carteiras de identidade, sendo 111 de primeira via e 120 de segunda, com apoio da Polícia Civil; além da emissão de 136 certidões de nascimento.
A ação se estende até o dia 27 de fevereiro, na Casa Dia do Idoso, de 8h às 15h, e conta ainda com abordagens sociais sobre temas como violência contra mulher, idosos e combate ao trabalho e exploração sexual infantil, com as equipes da Secretaria Executiva de Políticas para Mulheres (SEPM) e Departamento de Promoção e Defesa de Direitos (DPDD), que fazem parte da Sejusc. No total, foram realizados 1.395 atendimentos voltados para mulheres e 34 rodas de conversas.
A titular da Sejusc, Caroline Braz, destacou o retorno positivo no contato com os moradores do município.
“Cumprimos a determinação  do governador Wilson Lima de levar cidadania não só para a capital, mas também para o interior do Estado. Ficamos honrados em começar este projeto em parceria com a Prefeitura Municipal de Novo Airão e a Polícia Civil”, afirmou a secretária. “Além da cidadania, estamos disponibilizando serviços de conscientização sobre violência doméstica e direitos humanos”.
Parceria – O delegado-geral da Polícia Civil, Lázaro Ramos, reforçou que se trata do primeiro projeto em conjunto com a Sejusc de uma série de iniciativas que chegarão a outros municípios como Itacoatiara, Presidente Figueiredo e Maués.
“É um momento muito especial para nossa parceria, pois projetos como este resgatam a cidadania do povo e geram um valor enorme a todos nós”, comentou.
Serviços – A ação levou diversas famílias ao posto de atendimento da Sejusc em Novo Airão. A dona de casa Telma Gomes da Silva foi até ao local solicitar a emissão de carteira de identidade para ela e para a filha, além do registro de nascimento do neto de 5 anos.
“É a primeira vez que eu vejo um atendimento desse em Novo Airão. Foi tudo bem rápido e fomos bem atendidos”, disse.
Quem também levou a família foi o comerciante Lázaro Rodrigues Pereira, de 54 anos, que, junto com a mulher e filha, solicitou a emissão da segunda via da carteira de identidade.
“Nossos vizinhos comentaram sobre esta ação e nós nos programamos para solicitar os documentos que faltavam. Ter esses serviços na cidade, reduz os gastos que nós teríamos se tivéssemos que ir até Manaus para solicitar esse documentos”, pontuou.
Indígenas – No dia 27, o mutirão de documentos básicos será específico para o atendimento aos índios que residem no município, numa parceria com a Fundação Nacional do Índio (Funai), Fundação Estadual do Índio (FEI) e Coordenação das Organizações e Povos Indígenas do Amazonas (Coipam). As entidades estão responsáveis pela identificação das comunidades e dos serviços necessários para os indígenas, conforme as especificidades de cada etnia.
Os comentários estão fechados.