NO DISCURSO EM DAVOS, JAIR BOLSONARO DIZ QUE VAI CUIDAR DA SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL, PARA QUE O PAÍS SEJA VISITADO. ELA FAZ PROPAGANDA DA AMAZÔNIA E DAS PRAIAS. EM MANAUS: POLÍCIA MILITAR APREENDE MIL SACAS DE CARVÃO VEGETAL EM SITUAÇÃO IRREGULAR DURANTE OPERAÇÃO "ÁGUIA - BOINA VERDE" AO ESTADÃO, HAMILTON MOURÃO TAMBÉM DISSE QUE DIVERGÊNCIAS ENTRE PAULO GUEDES E ONYX LORENZONI ESTÃO SUPERADAS. “TEM ESSES PRIMEIROS DEZ DIAS, QUE É O MOMENTO DE CONHECER AS COISAS. O PAULO E O ONYX JÁ TROCARAM BEIJINHOS E ESTÁ TUDO CERTO.”
Arrow
Arrow
Slider

Seduc esclarece sobre contrato emergencial para alimentação escolar

Seduc esclarece sobre contrato emergencial para alimentação escolar

A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas (Seduc-AM) esclarece que a contratação das empresas Bento Martins de Souza Eirelli e G.H Macario Bento conforme Portaria GSE nº 078/2019, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 6 de fevereiro, pág.14, foi feita em caráter emergencial devido à suspensão do serviço contratado para a capital e do interior em decorrência de cumprimento de decisões judiciais. O contrato suspenso foi firmado no governo passado.

A decisão do desembargador Elci Simões de Oliveira, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), no Agravo de Instrumento 4006211-69.2018.8.04.0000, suspendeu qualquer ato administrativo decorrente do Pregão Eletrônico nº 1.491/2018, que tratava sobre a prestação de serviços de alimentação nos Centros de Educação Integrados na capital.

Do mesmo modo, no dia 14 de janeiro de 2019, o juiz Paulo Fernando de Britto Feitoza, do TJAM, nos autos do processo nº 0661953-95.2018.8.04.0001, suspendeu quaisquer atos decorrentes do Pregão Eletrônico 1659/2018, que se referia a contratação do serviço para os CETIs do interior.

Obedecendo às decisões, a Seduc-AM suspendeu qualquer atividade com a empresa RSG Comércio Atacadista de Alimentos e Organizador Logístico – LTDA que forneceria a alimentação para as escolas da capital e não deu prosseguimento à contratação do fornecimento de alimentação também para o interior. A suspensão com RSG inclusive foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) no dia 4 de fevereiro de 2019, pág. 6.

A Seduc-AM informa, ainda, que a nova contratação em caráter emergencial está sendo feita em decorrência da suspensão das licitações/contratos acima listados concomitante à necessidade imediata de atender à demanda por alimentação nas escolas no início do ano letivo, com base no art. 24, inc. IV da Lei 8.666/1993, tão somente pelo tempo necessário até a realização de um novo processo licitatório.

A Seduc-AM ressalta que fará o efetivo controle de qualidade do fornecimento das refeições preparadas para as escolas de tempo integral.

Adão Gomes
Adão Gomes Administrator
Sorry! The Author has not filled his profile.
Os comentários estão fechados.
Arrow
Arrow
Slider